logo MV Design
MV Design - HomeMV Design

7 pecados visuais dos sites


Principais gafes cometidas na concepção visual de sites que já vi espalhadas pela Internet e listei abaixo as 7 mais mortíferas, que derrubam qualquer empresário bem intencionado:

7º lugar – Fontes diferentes. Para suprir a carência de recursos gráficos, é comum encontrar sites que não querem ser maçantes com seus textos e chamadas e utilizam diversos tipos, tamanhos e cores de fontes. Isso gera uma falta de identidade visual no site, não transmitindo nenhuma informação relevante ao seu usuário, confundindo-o. Por isso, fonte é diferente de imagem, ou seja, o texto deve servir para trazer informação e não para cumprir o papel de decoração, de desenho.

6º lugar – Fundo papel de presente. Lembra daqueles papéis que embalam presentes no Natal? Ou daqueles papéis de parede de hotéis da década de 20? Então, alguns sites possuem esse recurso em seu fundo! Então não se esqueça: nunca, jamais, em tempo algum, use desenhos e mais desenhos no segundo plano, nunca!

5º lugar – A Síndrome do Menu Ausente. Por incrível que pareça existem sites que não apresentam nenhuma forma amigável de navegação pelo seu conteúdo. Assim, o usuário fica perdido no meio das informações e não consegue encontrar o que deseja. São sites criados sem a menor preocupação com a sua arquitetura, tendo sido feito apenas para dizer que tem as informações no ar.

4º lugar – Profusão de Barras de Rolagem. Muitos sites antigos mostram dois ou mais grupos de informações com diversas barras de rolagem (aquela que fica à direita nos programas que servem para visualizarmos conteúdos mais extensos que nossa tela permite) e o que é pior: independentes! Assim, nesses sites é possível rolar um pedaço dele, enquanto o outro fica parado. Fica parecendo o Frankenstein.

3º lugar – Fotos caseiras. Uma das ofensas mais comuns ao bom gosto é a inserção de fotos tiradas de forma amadora, sem equipamento profissional e tratamento adequado no Photoshop. Isso é mais evidente quando se trata de um site com fins comerciais. Fica parecendo um Orkut. E se nessas fotos ainda aparecem pessoas que não são modelos ou funcionários bonitinhos, algo está errado. Se forem usar fotos próprias, tem que ser tiradas por profissionais, ou seja, não vale pegar a câmera do filho e sair clicando pela empresa.

2º lugar – Tabelas e mais tabelas. Quando você identifica em um site que existem campos muito bem definidos dentro dele, parecendo uma tabela gigante do Excel, existe algo errado, muito errado... Esse recurso não é mais utilizado, tanto por causa da demora para ser carregado, quanto porque é feio mesmo.

E finalmente... 1º lugar – GIFs animados! Sabe aquelas animaçõezinhas toscas que ficam se movendo repetidamente? A mais famosa delas: o bonequinho preto com uma pá na mão, um fundo amarelo e a mensagem “Em construção”, se lembra? Esses recursos é um crime visual na nova Internet. Na verdade até mesmo na velha! Eles viraram febres no início da produção de sites (com o Front Page!) quando era inimaginável a existência de Flash e buscavam dar um ar de modernidade, tentando fugir da chatice de páginas que apresentavam apenas textos. Porém, há mais de 10 anos nenhum web design minimamente sério pensa em utilizá-los. Se o seu site tem, tire-o do ar agora mesmo!
rodape